Exames

A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N   O   P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z  

OPIA - OPIACEOS - TESTE DE TRIAGEM URINA ALEATORIA

PRAZO: 10.00
*** REVISADO 20/10/2009 FABRICIO *** NOME DO EXAME: TESTE DE TRIAGEM PARA OPIÁCEOS ( URINA ) COLETA ASSISTIDA DETECÇÃO APÓS EXPOSIÇÃO 2 A 3 DIAS ENVIAR MATERIAL LACRADO PARA O SETOR JUNTAMENTE COM O FORMULÁRIO COMPLETO PREENCHIDO.
NO CASO DE MENOR É NECESSÁRIO ASSINATURA DO MENOR E DO RESPONSÁVEL.
SETOR : TERCEIRIZADO.
FEITO SOMENTE 2ª E 5ª FEIRA ( 2 DIAS ) SINONÍMIA : OPIÓIDES, ÓPIO, MORFINA GLICURONÍDEO, CODEÍNA, HEROÍNA MÉTODO : IMUNOENSAIOENZIMÁTICO PREPARO : DETECÇÃO APÓS EXPOSIÇÃO 2 A 3 DIAS MATERIAL : URINA RECENTE RECIPIENTE : FRASCO DE URINA ROTINA VOLUME : MÍNIMO DE 10 mL CONSERVAÇÃO : ATÉ 3 DIAS REFRIGERADO TRANSPORTE : REFRIGERADO V.
REFERÊNCIA: NÍVEL DE DECISÃO: 2000 ng/mL APLIC.
CLÍNICA: NO TESTE DE TRIAGEM PARA OPIÁCEOS REALIZADO NA URINA É FEITA A DETECÇÃO DA SUBSTÂNCIA MORFINA.
PODE SER DETECTADO APÓS 3 HORAS DO USO E MANTEM-SE POSITIVO POR 1 A 2 DIAS.
O TESTE DE TRIAGEM DEVE SER CONFIRMADO POR TESTES MAIS ESPECÍFICOS (CG-MS, HPLC).


OSMO - OSMOLARIDADE SERICA

PRAZO: 3.00


OSMOUR24 - OSMOLARIDADE URINARIA - URINA 24HS

PRAZO: 10.00


OSMU - OSMOLARIDADE URINARIA - AMOSTRA UNICA

PRAZO: 7.00
*** ATUALIZADO EM 20/10/2009 FABRICIO *** NOME DO EXAME: OSMOLALIDADE (URINA ALEATÓRIA E URINA DE 24h) SETOR : TERCERIZADO.
FEITO DIÁRIO ( 3 DIAS ) SINONÍMIA: OSMOLARIDADE MÉTODO : CRIOSCOPIA PREPARO: JNO MATERIAL: URINA ALEATÓRIA OU DE 24h SEM CONSERVANTE RECIPIENTE :FRASCO FORNECIDO PELO LABORATÓRIO VOLUME : 2 FRASCO DE 50 mL URINA CONSERVAÇÃO: ATÉ 7 DIAS REFRIGERADO REJEIÇÃO: HEMÓLISE APLIC.
CLÍNICA: SORO: A OSMOLARIDADE É PROPORCIONAL A QUANTIDADE DE PARTICULAS DE UMA SOLUÇÃO.
TEM USO CLÍNICO NA AVALIAÇÃO DO EQUILÍBRIO HIDROELETROLÍTICO, ÁCIDO-BÁSICOS, HEPATOPATIAS, AVALIAÇÃO DO ADH E NO COMA HIPEROSMOLAR.
ENCONTRA-SE ELEVADA NA HIPERNATREMIA, DESIDRATAÇÃO, HIPOVOLEMIA, HIPERGLICEMIA, UREMIA, NO USO DE TIAZÍDICOS, CORTICÓIDES, CIMETIDINA, ETANOL E METANOL.
OSMOLARIDADE DIMINUIDA OCORRE NA HIPERVOLEMIA, HIPONATREMIA E SIADH.
URINA: USADA NA AVALIAÇÃO DA CAPACIDADE DE CONCENTRAÇÃO RENAL, DISTÚRBIOS HIDROELETROLÍTICOS, SIADH, DIABETES INSIPIDUS E AMILOIDOSE.


OXA - OXALATO URINA ALEATORIA

PRAZO: 7.00
SETOR : TERCEIRIZADO METODO : ENZIMÁTICA PREPARO : EVITAR MEDICAMENTO QUE CONTEM VITAMINA C DURANTE 48 HORAS MATERIAL : URINA RECEPIENTE : FRASCO DE URINA VOLUME :10,0 ML CONSEVAÇÃO : REFRIGERADO TRANSPORTE : REFRIGERADO REJEIÇÃO : TRANSPORTE E CONSERVAÇAO INADEQUADO

OXALI - OXALATO URINA 24 HORAS / ACIDO OXALICO URINA 24 HORAS

PRAZO: 4.00
> REVISADO 2EM 26/11/2010 POR MOZART MACHADO > EXAME EXTERNO.
NAO MARQUE URGENCIA! > PREPARO : NÃO INGERIR VITAMINA C POR 4 DIAS ANTES DA COLETA, EVITAR OS SEGUINTES ALIMENTOS NA VESPERA E DIA DA COLETA: LIMÃO, ABACAXI, TOMATE,ESPINAFRE, MORANGO, GELATINA, CÁLCIO, ACEROLA E LARANJA.
COLHER URINA DE 24 HORAS.
> MATERIAL: URINA DE 24 HORAS COM HCL A 50 % > VOLUME: 20 ml > RECIPIENTE: FRASCO DE POLIELILENO COM ÁCIDO CLORÍDRICO > INTERF.
: ALIMENTAÇÃO: LIMÃO, ABACAXI, MORANGO, GELATINA, ACEROLA, LARANJA, CÁLCIO, ESPINAFRE.
> CONSERV.
: ATÉ 7 DIAS COM CONSERVANTE TEMPERATURA AMBIENTE > APLIC.
CLÍNICA: A EXCREÇÃO URINÁRIA DO OXALATO É UM PREDITOR DE NEFROLITIASE.
HIPEROXALATÚRIA É DETECTÁVEL EM 30% DOS PACIENTES COM CÁLCULOS URINÁRIOS COMPOSTOS POR OXALATO.
A DIETA E O USO DE ÁCIDO ASCÓRBICO PODEM ALTERAR OS RESULTADOS.
HIPEROXALÚRIA PODE DECORRER DE MA ABSORÇÃO INTESTINAL, DOENÇAS INFLAMATÓRIAS INTESTINAIS, PÓS- OPERATÓRIOS DE BYPASS INTESTINAL, INTOXICAÇÃO POR ETILENOGLICOL E INGESTÃO INSUFICIENTE DE CÁLCIO.


OXASO - ACIDO OXALICO

PRAZO: 7.00


OXCAR - OXCARBAZEPINA

PRAZO: 7.00
ATENÇÃO PARA AUTORIZAÇÃO DO CONVÊNIO SETOR : .
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
TERCEIRIZADO.
METODO:.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
CROMATOGRAFIA LIQUIDA DE ALTA PERFORMANCE - HPLC PREPARO:.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
JEJUM NÃO OBRIGATÓRIO.
A COLETA IDEAL DEVE SER REALIZADA IMEDIATAMENTE ANTES DA ADMINISTRAÇÃO DA PRÓXIMA DOSE DO MEDICAMENTO OU C.
O.
M.
CASO O MEDICAMENTO SEJA TOMADO APENAS UMA VEZ AO DIA, A COLETA DEVE SER FEITA PELO MENOS 12 HORAS APÓS A MEDICAÇÃO.
MATERIAL : .
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
SANGUE - SORO RECIPIENTE :.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
TUBO SECO SEM GEL.
CENTRIFUGAR, SEPARAR O SORO E REFRIGERAR VOLUME :.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
2 ML DE SORO CONSERVAÇÃO:.
.
.
.
.
.
.
.
.
ATÉ 14 DIAS REFRIGERADO TRANSPORTE :.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
REFRIGERADO REJEIÇÃO :.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
GEL SEPARADOR, CALOR OBSERVAÇÃO : INIBIDORES DA MAO: NÃO É RECOMENDADO O USO CONCOMITANTE.
ANTES DA ADMINISTRAÇÃO DE OXCARBAZEPINA, OS IMAOS DEVEM SER DESCONTINUADOS POR NO MÍNIMO 2 SEMANAS OU C.
O.
M.
.
NO ENTANTO, A DESCONTINUIDADE DO MEDICAMENTO SOMENTE PODERÁ SER AUTORIZADA PELO MÉDICO DO PACIENTE.
APLICAÇÃO CLÍNICA: A OXICARBAZEPINA E UM ANTI COMVULCIVANTE.
UTIL PARA MONITORIZACAO DA DOSE TERAPEUTIVA.


OXI - ANTIOXIDANTES TOTAIS

PRAZO: 15.00
Jejum não obrigatório.