Exames

A  B  C  D  E  F  G  H  I   J   K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z  

JAC - UROCULTURA PRIMEIRO JATO

PRAZO: 4.00
ATUALIZADO EM 30/07/2010 FABIOLA LIMEIRA NOME DO EXAME: UROCULTURA DE URINA - 1º JATO SETOR:.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
BACTERIOLOGIA/URINÁLISE FEITO DIÁRIO ( 5 DIAS ) MÉTODO:.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
SEMEADURA EM MEIO ESPECÍFICO E IDENTIFICAÇÃO PREPARO:.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
1° URINA DA MANHÃ OU PELO MENOS 4H DE RETENÇÃO URINARIA, NÃO ESTAR EM USO DE ANTIBIÓTICOS.
SOMENTE O MÉDICO PODE SUSPENDER O USO DE MEDICAMENTO MATERIAL:.
.
.
.
.
.
.
.
.
URINA 1° JATO RECIPIENTE:.
.
.
.
.
.
FRASCO ESTÉRIL VOLUME:.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
NO MÁXIMO 20 ml COLETA:.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
CLIENTE DEVE LAVAR AS MÃOS COM ÁGUA E SABÃO ANTES DA COLETA HOMEM - LAVAR O PÊNIS COM ÁGUA E SABÄO, RETRAINDO O PREPÚCIO.
SECAR E COLETAR O 1º JATO DE URINA.
NO MÁXIMO 20 mL.
MULHER - LAVAR A GENITÁLIA EXTERNA COM ÁGUA E SABÃO NEUTRO.
SECAR SEMPRE DA FRENTE PARA TRÁS E COLETAR O 1º JATO DE URINA.
NO MÁXIMO 20 mL.
INTERFERENTE:.
ANTIBIÓTICOS CONSERVAÇÃO:.
.
ENVIAR AO SETOR EM TEMPERATURA AMBIENTE ATÉ 6 HORAS APÓS A COLETA.
REJEIÇÃO:.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
VOLUME MAIOR QUE 20 mL VALOR DE REF.
.
.
.
AUSÊNCIA DE CRESCIMENTO BACTERIANO APÓS 48 HORAS DE INCUBAÇÃO (USO EXCLUSIVO DO SETOR TÉCNICO)

APLICAÇÕES CLÍNICAS: DIAGNÓSTICO DE INFECÇÕES DA URETRA.



JAG - GRAM GOTA, URINA 1º JATO

PRAZO: 2.00
*** ATUALIZADO EM 14/07/2010 CLAUDIANA DIAS *** NOME DO EXAME: GRAM DE URINA - 1º JATO ENVIAR EM TEMPERATURA AMBIENTE SETOR : MICROBIOLOGIA.
FEITO DIÁRIO ( 1 DIA ) MÉTODO : COLORAÇÃO DE GRAM APÓS CENTRIFUGAÇÃO PREPARO : 1ª URINA DA MANHÃ OU PELO MENOS 4 HORAS DE RETENÇÃO URINÁRIA MATERIAL : URINA DE 1º JATO RECIPIENTE: FRASCO ESTÉRIL VOLUME : NO MÁXIMO 20 ml COLETA : CLIENTE DEVE LAVAR AS MÃOS COM ÁGUA E SABÃO ANTES DA COLETA *HOMEM - LAVAR O PÊNIS COM AGUA E SABÄO, RETRAINDO O PREPÚCIO.
SECAR E COLETAR O 1º JATO DE URINA.
NO MÁXIMO 20 mL.
*MULHER - LAVAR A GENITÁLIA EXTERNA COM ÁGUA E SABÃO NEUTRO.
SECAR SEMPRE DA FRENTE PARA TRÁS E COLETAR O 1º JATO DE URINA.
NO MÁXIMO 20 mL.
CONSERV.
:ENVIAR AO SETOR EM TEMPERATURA AMBIENTE, ATÉ 6 HORAS APÓS A COLETA TRANSPORTE: TEMPERATURA AMBIENTE REJEIÇÃO :VOLUME MAIOR QUE 20 mL VALOR DE REFERÊNCIA: AUSÊNCIA DE BACTÉRIAS CORÁVEIS AO GRAM APLIC.
CLÍNICA: DIAGNÓSTICO DE INFECÇÕES DA URETRA

JAR - URINA ROTINA PRIMEIRO JATO

PRAZO: 3.00
SETOR : URINÁLISE.
FEITO DIÁRIO MÉTODO : TIRA REAGENTE, SEDIMENTOSCOPIA PREPARO : PRIMEIRO JATO DA PRIMEIRA URINA DA MANHÃ OU COM NO MÍNIMO 4 HORAS DE RETENÇÄO URINÁRIA.
RECIPIENTE: FRASCO ESTÉRIL COM TAMPA ROSQUEÁVEL VOLUME : MAXIMO 20 mL INTERF.
: URINA COLHIDA SEM HIGIENIZAÇÃO, COLETA, CONSERVAÇÃO OU TRANSPORTE INADEQUADOS CONSERV.
: REALIZAR O EXAME ATÉ 2h APÓS A COLETA, SE O PRAZO FOR MAIOR MANTER A URINA REFRIGERADA POR ATE 6 HORAS (QUANDO FOR APENAS ROTINA) TRANSPORTE: REFRIGERADO REJEIÇÃO : URINA COLHIDA SEM HIGIENIZAÇÃO URINA EM TEMPERATURA AMBIENTE POR MAIS DE 2 HORAS, FRASCO INADEQUADO APLIC.
CLÍNICA: DETECÇÃO DE DISTÚRBIOS DO TRATO URINÁRIO E DA FUNÇÃO RENAL, TAMBÉM DISTÚRBIOS METABÓLICOS COMO DIABETES MELLITUS.


JO1 - JO-1 AUTO ANTICORPOS ANTI

PRAZO: 10.00
*** REVISADO 28/05/2008 MARCOS TÚLIO *** NOME DO EXAME: ANTICORPO ANTI JO - 1 SETOR : TERCEIRIZADO.
FEITO DIARIAMENTE ( 4 DIAS ) SINONIMIA: AUTO-ANTICORPO ANTI JO-1 / ANTI PL1 / ANTI JO1 METODO : HEMAGLUTINAÇÃO PREPARO: JEJUM DE 8 HORAS INTERVALO ENTRE MAMADAS PARA LACTENTES.
MATERIAL : SANGUE (SORO) RECIPIENT: TUBO COM GEL VOLUME : 1,O mL INTERFERENTES : LIPEMIA , HEMOLISE .
CONSERVACAO : ATÉ 7 DIAS REFRIGERADO TRANSPORTE : REFRIGERADO V.
REFERENCIA :* NEGATIVO * NOTA :VALORES MENORES QUE 1:5 NAO TEM SIGNIFICADO CLINICO APLIC.
CLINICA: ESTES ANTICORPOS SÃO DIRECIONADAS PARA A ENZIMA HISTIDIL-T-RNA SINTETASE E ESTÃO PRESENTES EM MAIS DE 30% DOS PACIENTES COM POLIMIOSITE.
É RARO EM PACIENTES COM DERMATOMIOSITE (APROXIMADAMENTE 10%) E EM OUTRAS DOENÇAS REUMÁTICAS.
EXISTEM EVIDÊNCIAS DE QUE OS TÍTULOS DE ANTI-JO-1 PODEM VARIAR DE ACORDO COM A ATIVIDADE DA MIOSITE E QUE SUA QUANTIFICAÇÃO PODE SER ÚTIL NO SEGUIMENTO DESTES PACIENTES.
É CONSIDERADO O ANTICORPO MARCADOR DE MAU PROGNÓSTICO DA POLIMIOSITE E ESTÁ ASSOCIADO À ALVEOLITE FIBROSANTE E SINDROME DE SJÖGREN.